Pages Menu
Arte da China direto para a Hungria

Arte da China direto para a Hungria

No meio do semestre, o setor de design gráfico e artes visuais da Hungarian University of Fine Arts recebeu a visita de um grupo de mestres chineses de pintura oriental e nós, alunos brasileiros, fomos convidados a participar. Cada um dos convidados era especializado em uma determinada área – enquanto um era o pintor de tigres, havia um de passarinhos e peixes, outros de flores e paisagens bem como um mestre em escrita e caligrafia oriental. Por uma semana seus trabalhos foram expostos na galeria da faculdade e houve uma cerimônia de abertura, que na verdade foi bem inusitada ao ser traduzida do chinês para o húngaro.  Foi engraçado pois não entendemos nada da tradução devido às diferenças dessas duas línguas, mas participamos assim mesmo. Era um de nossos professores quem estava recebendo estes mestres chineses e representando toda a escola.

Abertura do evento

Abertura do evento

Além de expor seus diversos trabalhos, os mestres fizeram um workshop demonstrativo de como é desenvolvimento da sua pintura. Felizmente, devido à nossa presença, a tradutora converteu para inglês e podemos entender todo o processo, que era bem tradicional e minucioso.

Workshop

Workshop

Foi muito interessante presenciar ao vivo o desenrolar da pintura, uma vez que é comum que todos, apesar de suas diferentes especialidades, se disponham a trabalhar em grupo de forma a construir uma única obra. A composição é de elementos imagéticos bem expressivos e também possui uma legenda delineando o contexto daquela pintura, informando tanto o local quanto a data, onde se revela parte da caligrafia tradicional chinesa.

Painéis construídos no workshop demonstrativo

Painéis construídos no workshop demonstrativo

Nunca esperei ver tal expressão vindo direto da China, muito menos aqui na Hungria. É a faculdade daqui sempre nos surpreendendo!