Pages Menu
As particularidades do ensino em Enschede, Holanda

As particularidades do ensino em Enschede, Holanda

Desde que cheguei na Holanda, tenho tido de me adaptar às diferenças que existem entre a forma como eu estava acostumada a estudar no Brasil e ao ensino daqui, neste post eu vou descrever um pouco esses contrastes e os pontos positivos e negativos de cada universidade.

Primeiramente, a diferença no conteúdo dos cursos é muito grande, na UEMG eu estudo Design de Produto, já aqui, estou matriculada no programa Fashion and Textile Technologies, na Saxion Hogeschool Enschede. Eu escolhi este curso para meu intercâmbio, pois eu desejava estudar algo que se diferenciasse muito do que vinha aprendendo no Brasil, e também porque sempre tive interesse na área de moda e não encontrei espaço para me aprofundar nesse assunto dentro da UEMG. O conteúdo do meu programa aqui é bem interessante, ele é mais focado no estudo de têxteis, porém também permite especializações na área de Fashion Design e Fashion Management, e eu tenho total liberdade para escolher as matérias que desejo cursar.

As matérias são divididas por quartos de 10 semanas e não por semestres, como é feito no Brasil. Isso torna o ritmo muito mais dinâmico desde o primeiro dia de aula, contudo, também faz com que muitas coisas sejam ensinadas com pouco aprofundamento, devido ao pequeno tempo disponível. Os professores da minha universidade são, em sua maioria, pessoas jovens, mas com experiência e atuação no mercado de trabalho. Os holandeses acreditam muito no esquema “do it yourself”, isso significa que o que é requisitado aos alunos muitas vezes não é ensinado dentro das salas de aula, e cabe a nos buscarmos maneiras de aprender algumas coisas sozinhos, porém os professores são muito disponíveis e estarão dispostos a ajudar de todas as formas.

Cada quarto inclui, aproximadamente, três matérias teóricas e um projeto, totalizando 15 créditos. As cadeiras teóricas são avaliadas por provas no final de cada quarto, e te farão perder o sono para conseguir estudar o conteúdo inteiro. O projeto é dirigido por vários professores, em torno de 20, cada um dá aula de um assunto diferente, mas todos os assuntos servem para elaboração de um projeto completo ao longo do quarto. Tenho tido de estudar bastante aqui, a exigência é bem mais alta do que a que estava acostumada no Brasil, tanto nas matérias teóricas quanto nas práticas, e, felizmente, a universidade oferece uma estrutura impecável para tudo que preciso.

Escola de Artes e Tecnologias, onde tenho minhas aulas

Escola de Artes e Tecnologias, onde tenho minhas aulas

Por dentro da faculdade

Por dentro da faculdade

Decoração de natal na faculdade

Decoração de natal na faculdade

Já fora das salas de aula, o clima estudantil que tinha na UEMG tem me feito muita falta. Sinto que aqui a vida universitária é mais limitada aos estudos, a integração entre os estudantes e as festas relacionadas à faculdade são bem mais limitadas e a força dos diretórios acadêmicos também, além disso, a relação com o corpo docente é bem mais formal.

O que posso concluir disso tudo é que não existe a fórmula perfeita, cada lugar tem suas qualidades e uma forma diferente de educar, mas tenho gostado muito da minha experiência aqui fora e tudo que venho aprendendo será muito importante para meu futuro profissional.