Pages Menu
Encarando Novos Paradigmas

Encarando Novos Paradigmas

Um dos principais e mais reconhecidos cursos do Politecnico di Milano é o Product Service System Design, que faz parte da chamada Laurea Magistrale e que corresponderia a uma especialização de 2 anos (não obrigatória para a formação dos alunos italianos). E um dos objetivos do curso é formar designers que sejam capazes de gerir a relação produto-sistema – produto aqui entendido como artefatos sejam eles produtos, serviços e comunicação – de forma inovativa gerando soluções sustentáveis e experiências.

Com uma visão mercadológica e social bem desenvolvida e trabalhada pela maioria dos professores, as disciplinas desse curso oferecem uma visão integrada e que desmitifica muito do glamour do papel do designer dentro da criação e desenvolvimento de projetos, ressaltam o que é de fato inovação dentro da nossa profissão e demonstram como a nossa atuação não se encerra em si mesma, mas faz parte de todo um sistema complexo que envolve designer, empresa, sociedade e responsabilidade social e ambiental. E o mais interessante para nós, estudantes, são os convênios e as relações estabelecidas entre o Politecnico di Milano e diversas companhias, estúdios de design e instituições ao redor do mundo que colaboram oferecendo oportunidades para o desenvolvimento de projetos conjuntos e também no auxílio didático nas aulas.

Então decidi que seria interessante falar um pouco sobre cada disciplina do curso Product Service System Design que cursei/estou cursando no Politecnico di Milano para mostrar e inspirar alguns de nós, estudantes de Design Gráfico, que se interessam ou sentem falta dessa abordagem em sua formação.

Business Innovation (1º Semestre)

A disciplina Business Innovation tratou sobre o que é de fato inovação e como tê-la como foco principal no desenvolvimento e reestruturação de serviços dentro de uma companhia, através de estudos de casos conhecidos (como da 3M e Bang & Olufsen) e do desenvolvimento de um projeto. A proposta do projeto era o desenvolvimento de um serviço inovativo para a Vodafone – uma das maiores operadoras de telefonia em toda Europa – que aproximasse ainda mais o cliente do ambiente físico das lojas.

O mais interessante e estimulante dessa disciplina é o suporte dado pelos professores e também o interesse dos mesmos na qualidade do produto final, pois caso um dos projetos fosse realmente interessante e inovativo, a Vodafone poderia adotá-lo e desenvolvê-lo lado-a-lado com os estudantes que o conceberam.

Design Thinking and Processes (1º Semestre)

Design Thinking and Processes é uma disciplina voltada aos cursos de Engenharia do Politecnico di Milano que procura introduzir os conceitos de inovação e do Design Thinking na concepção e na gestão do ciclo de vida de produtos.

Através de aulas teóricas, palestras com profissionais e o desenvolvimento de exercícios que visavam desafiar o aluno a desenvolver soluções práticas, inovativas e sustentáveis de produtos de uso comum, como lanterna e secador de cabelos.

User and Social Innovation (2º Semestre)

A disciplina User and Social Innovation explora quais são as características da criatividade e quais são as contribuições que podem ser aproveitadas da interação direta com o usuário através da mudança do paradigma do designer como profundo conhecedor das necessidades do usuário (Expert Driven) para o novo paradigma em que designer e usuário estão juntos nas etapas de criação (Co-Creation).

Design for All (2º Semestre)

Design for All ressalta a importância da acessibilidade no momento de criação, considerando fatores como diversidade humana, cultural, social e outros condicionantes que podem limitar a interação usuário-projeto.

System Design for Sustainabillity (2º Semestre)

A disciplina System Design for Sustainability explora os diversos conceitos de sustentabilidade com o intuito de gerar projetos que sejam responsáveis ambientalmente e que visem a equidade social. O design é explorado como uma ferramenta que possibilite a eco-eficiência e o acesso a tecnologias a populações carentes. A disciplina propõe o desenvolvimento de um sistema de energia sustentável utilizando os métodos Sustainable Product-Service Systems (S.PSS) e Distributed Renewable Energy (DRE) para vilarejos africanos com a colaboração de instituições no Quênia, Uganda, África do Sul e Botsuana.

 

Foto: African Clean Energy - http://www.africancleanenergy.com/

Foto: African Clean Energy – http://www.africancleanenergy.com/