Pages Menu
Hora de aventura – Parte VIII: Balanço

Hora de aventura – Parte VIII: Balanço

 Após aproximadamente seis meses de aventura, chegou a hora de fazer um balanço. Bem, o maior de todos os acertos foi ter feito a escolha de participar do programa Ciência Sem Fronteiras, mas, com toda certeza, outro grande acerto foram as pessoas que conheci e que fazem parte dessa minha aventura diária. Ao mesmo tempo, existem os erros, só que não, porque está lindo esse trem, tem nada ruim não (ou pelo menos até agora).

Experiência pessoal, acredito que isso é o que posso chamar de grande acerto. O programa oferecido pelo Ciência Sem Fronteiras é uma vivencia muito divertida e cheia de emoções. Nessa aventura aprendi a lidar até comigo mesmo, além de ter desenvolvido diversas habilidades acadêmicas.

Uma das maiores descobertas é saber que o que faz essa aventura ser uma vivencia sensacional e verdadeiramente única são as pessoas que te cercam, não só as que estão no quarto ao lado, mas também as que estão em Belo Horizonte a 10.912,57 km de distância ou a 17 h 10 min de viagem de avião. Amigos que te ligam para perguntar sobre seu dia, parentes que te mandam fotos e até as pessoas responsáveis pelo Com Legenda ED que manejam sua vida acadêmica na UEMG (obrigadão).

Agora podemos falar sobre as possíveis tragédias ou erros que poderiam ter ocorrido e que até o presente momento foram evitados. Bem, a cidade escolhida poderia ter sido ruim, mas gente, em Vancouver o transporte público funciona, as paisagens são deslumbrantes, a arquitetura e o urbanismo são maravilhosos, as pessoas são educadas, o povo é lindão, tem um monte de museu, parque, show e mostra, e em adição existem todos os tipos de loja que vendem todos os tipos de produto.

Outro possível erro, a moradia, mas optando por uma Homestay já evitei muitos desastres, tenho comida, casa limpa e roupa lavada, por mim isso já é uma belezura. Além disso, outra possível fonte de erros poderia ser o descontrole de gastos, mas olha uma tabela no Excel não mata ninguém e ajuda sem limites. O último grande erro poderia ser aquele sentimento de saudade sufocante das pessoas que ficaram no Brasil, mas Instagram, Twitter, Facebook, Snapchat, WhatsApp, Viber, Skype, Face Time, E-mail e até o Correio não permitem isso.

Para concluir, acredito que a chave para fazer acertos e manter erros afastados e pesquisar muito e planejar tudo durante e antes de se candidatar a qualquer tipo de intercâmbio, pequenos detalhes fazem a diferença. É aqui que esse barco de aventuras se despede, até mais ver. Danki!

Vista de Vancouver

Vista de Vancouver

Uma rua em Vancouver

Uma rua em Vancouver

 

Olhar de despedida desse último texto

Olhar de despedida desse último texto