Pages Menu
Rumo ao intercâmbio: uma nova experiência

Rumo ao intercâmbio: uma nova experiência

Olá! Eu sou a Paula, aluna do sexto período de Design de Produto! 🙂 Vou tentar contar um pouquinho de como esta sendo a minha experiência no exterior, e já peco desculpas pela falta de acentuação, pois estou na Coreia do Sul faz apenas duas semanas e ainda preciso configurar o teclado, haha. Bom, como visitei o pais a turismo no ano passado, não tive grandes surpresas ao voltar aqui. Alias, foi nesse passeio que decidi qual seria o meu destino para intercambio. Além de notar o grande avanço tecnológico, campo pelo qual eu me interesso muito, ao conversar com um amigo bolsista percebi que eh um dos países que mais oferecem oportunidades de estagio pelo Ciências sem Fronteiras.

Ao chegar ao aeroporto de Incheon, fui direto pegar um ônibus para Daejeon, cidade onde fica a minha universidade, a KAIST (Korean Advanced Institute of Science and Technology). Fica a uma distancia de duas horas e meia, aproximadamente. Eh uma das universidades mais renomadas da Coreia, referencia para engenharia.

Bem vindos a KAIST

Bem vindos a KAIST

Na KAIST existe um projeto em que eles te designam um buddy coreano. Ele te ajuda a se adaptar ao ambiente, tira suas duvidas e presta auxilio com quaisquer dificuldades que você possa ter aqui, jah que fora da universidade, a maioria das pessoas não consegue se comunicar em inglês muito bem. O meu buddy já tinha me contatado antes de eu chegar na Coreia, então facilitou bastante as coisas ao chegar. Os coreanos são muito educados e solícitos. Eh um pais muito seguro e há muito respeito aqui.

Na primeira semana, o time de relações internacionais apresenta a universidade e fornece diversas orientações a respeito da vida na KAIST e na Coreia. Além disso, participamos de jogos e temos excursões. Conhecemos gente de todo o mundo, já que os alunos intercambistas vêm de lugares bem variados! Fomos para Suncheon (uma cidade vizinha) e vimos uma exposição de jardins. São diversos jardins do mundo inteiro, sendo que quase todos são a céu aberto. Eh muito interessante e a paisagem eh linda!

Suncheon Bay Garden Expo

Suncheon Bay Garden Expo

Suncheon Bay Garden Expo

Suncheon Bay Garden Expo

Suncheon Bay Garden Expo

Suncheon Bay Garden Expo

Em pequenos grupos, também fizemos um tour pelo campus e pela cidade no dia seguinte. Foi divertido e deu pra conhecer bastante gente!

Na universidade eles oferecem toda a infraestrutura necessária para a gente viver bem. O quarto eh confortável, tem academia de graça e também há diversos clubes que você pode se inscrever. Eu entrei para um clube de dança. Eh uma ótima maneira de fazer amigos coreanos, já que eles são muito tímidos em outros ambientes.

We Love Daejeon!

We Love Daejeon!

Quando você faz amigos coreanos e eles te chamam pra sair, tem que ter em mente que beber aqui eh uma atividade social de grande importância, caso a religião permita (muitos intercambistas não bebiam devido a religião). Para quem me conhece, sabe que eu não bebo (mesmo!), e ainda assim tomei alguns goles do famoso Soju (bebida tipica coreana). Eles bebem bastante aqui, então tem que tomar cuidado! Eh difícil acompanha-los, hahaha! Alem disso, para quem gosta de comida apimentada, vai ser mais fácil se adaptar a comida coreana. Eles aguentam uma dose altíssima de pimenta. Há pratos bem saborosos!

Precisa tirar os sapatos para entrar!

Precisa tirar os sapatos para entrar!

Em relação às aulas, por enquanto foram todas introdutórias, mas eh interessante notar como algumas coisas são parecidas. Já no primeiro dia passaram tarefas e trabalhos (vida de estudante de design eh desespero aqui também. Muito trabalho pra apresentar!). Tenho que começar um projeto de cadeira e já na semana que vem apresento um breve estudo ergonômico. Projetar cadeiras eh essencial para qualquer aspirante a designer.

Só lembrei de tirar a foto depois que já tinha começado a comer, haha.

Só lembrei de tirar a foto depois que já tinha começado a comer, haha.

E por incrível que pareça, nesses poucos dias já sinto falta do Brasil! Dia 7 de setembro fui à reunião do Ciências sem fronteiras e logo depois teve o Brazilian day em Seoul! Foi ótimo, teve diversas apresentações mostrando o contraste da cultura coreana com a brasileira (capoeira, taekowndo), mas a melhor parte foi o churrasco por 10,000 won! Carne, arroz, feijão, vinagrete e salada por mais ou menos 20 reais (tirando a carne, podia ainda repetir), ta bom ou quer mais?

Não sou tão boa para escrever em blogs, mas espero ter conseguido dar uma ideia de como estão sendo as coisas por aqui. A cultura coreana eh bastante densa, então vou tentando contar aos pouquinhos, ok? A minha visão já expandiu muito e já tenho muitos planos para quando voltar ao Brasil!

Para quem esta em duvida sobre o Ciências sem Fronteiras ou sobre a Coreia, além de acompanhar o grupo “Com Legenda ED”, podem me mandar mensagem no facebook, sem medo! Assim, como os coreanos, vou fazer o possível para ajudar!! 🙂

Um abraço, pessoal! Comam bastante por mim (sou carioca, mas a comidinha mineira faz uma falta…)

Paula