Pages Menu
Sobre a rotina na universidade

Sobre a rotina na universidade

Como disse no meu primeiro texto, vim para a Finlândia estudar Game Development, logo, estou um pouco fora do contexto do design no país, mas tentarei descrever como puder a rotina aqui na KAMK.

O mercado de jogos é de certa forma a nova menina dos olhos do governo finlandês, sendo que nós, intercambistas, fomos informados que geralmente esse é um dos cursos mais disputados da universidade. Com foco no mercado mobile, o mercado local encontra-se muito aquecido para a área. Caso você esteja se perguntando se conhece alguma empresa finlandesa de jogos, cito aqui a Rovio, criadora do Angry Birds.

O curso é dividido em três frentes: Competências gráficas, de programação e de produção. Nós podemos pegar matérias em todas, mas a chance de haver conflito de horários é grande. Como meu foco maior era aprender mais de modelagem tridimensional, foquei nas matérias condizentes com o objetivo.

A princípio, o semestre é dividido em dois “períodos”, um deles vai quase até o fim de outubro e outro até um pouco depois da metade de dezembro. Minha viagem para Vienna e Fraknfurt se concentrou numa semana de pausa entre esses dois momentos do curso.

Geralmente as aulas se dão no período da manhã e da tarde, com uma pausa para o almoço. Todas as salas contam com vários computadores que apresentam os softwares necessários para o desenvolvimento das disciplinas, além da universidade dispor de tablets de desenho que podem ser emprestados pelos alunos.

Como estudo em uma universidade de ciências aplicadas, há um foco muito maior na prática do que na teoria, logo os professores geralmente nos deixam trabalhar de acordo com nosso ritmo e interveem apenas quando questionados ou quando é realmente necessário. Isso após uma breve introdução da matéria no início de cada aula. Tais aulas, inclusive, possuem um foco em nos auxiliar em uma “disciplina” que acontece nos últimos dias da semana: Estudo de Projetos.

Essa disciplina, na realidade, é a execução de um projeto de jogo completo em equipes, ao longo de determinado tempo. Pessoas de todas as três áreas se unem e trabalham desde o conceito até a entrega do projeto final. Particularmente observei que eles não são tão teoricamente embasados para tal quanto nós, eles ainda se apegam demasiadamente às próprias ideias, no geral… Mas é bem interessante para mim observar como funciona um workflow diferente do de projeto de produto, além de aprender a trabalhar melhor com pessoas de outras áreas.

Admito que é um pouco estranho para mim ter que desenhar tantos personagens, fundos e ícones, mas creio que a experiência há de acrescentar muito em minha vida e formação, pois assim terei a visão de duas áreas distintas, podendo contemplar talvez os projetos de forma que antes não seria capaz.

Afinal, nos propusemos a trabalhar em uma área marcada pela interdisciplinaridade e flexibilidade. E é isso que busco aqui!

Um dos blocos da faculdade, foto de Kaanu, usuário do Panoramio

Um dos blocos da faculdade, foto de Kaanu, usuário do Panoramio