Pages Menu
Sobre liberdade, planos e adaptações

Sobre liberdade, planos e adaptações

Daqui a exatos sete dias fazem seis meses que estou fora de casa. Tanta coisa já aconteceu e tudo passou tão rápido que nem sei como começar a descrever essa minha experiência. Intercâmbio é para ser um momento único na vida e comigo não está sendo diferente. Essa é a primeira vez em eu dependo apenas de mim para viver. Nunca tinha experimentado essa certa liberdade que você ganha quando mora sozinho. Mesmo que morando com outras pessoas, tenho um espaço que é meu e só meu, e isso é incrível. É claro que tem seus pontos negativos também, como a falta da comodidade que eu tinha e outras mordomias que se tem quando se mora com os pais. Mas como ninguém pode ter tudo na vida e eu estou bem contente com o lifestyle que tenho neste momento.

O fato de estar morando em uma cidade como Cardiff deixa tudo ainda melhor. Aqui não me preocupo até que horas eu posso sair para ir no supermercado ou que caminho devo pegar para não ser assaltada. Para completar a cidade é plana! Ou seja, pego a minha bicicleta e vou para qualquer canto com ela, simples assim =)

Diversão e tranquilidade em Cardiff

Diversão e tranquilidade em Cardiff

A vida que a gente leva aqui é leve e sem muitas preocupações. Não sei como vai ser para voltar. Acho que vai ser muito estranho, minha velha rotina parece tão distante do eu de agora. Talvez esse seja um pensamento muito precipitado, afinal de contas ainda tenho quase nove meses pela frente pra curtir bastante esse intercâmbio.

Já tenho alguns planos para o futuro e algumas viagens estão incluídas neles. Tá ai outra coisa boa de estar aqui, a praticidade de conhecer novos lugares. Parece que quem está aqui tem uma necessidade, ou quase uma obrigação, de sair viajando, o que eu entendo totalmente, já que ter essa facilidade de se mover é uma oportunidade impar. Uma coisa que eu quero muito fazer é ir ver a aurora boreal. Não deve ser magnifico?! E eu tenho agora a chance de fazer isso. Espero que consiga.

Tem muito mais coisa que eu posso dizer desse tempo que estou longe de casa, mas digo só isso, lá do fundo do meu coração, que está sendo muito diferente do que eu tinha em mente – e muitas vezes melhor.

Liberdade!

Liberdade!