Pages Menu
Windy City, aqui vou eu!

Windy City, aqui vou eu!

Olá! Meu nome é Marina Silper, estudante do terceiro período de Design Gráfico na UEMG. Em setembro embarquei para Chicago, onde estudarei na DePaul University por um ano.

Conhecer uma cultura diferente é excitante e desafiador. Adaptar-se a um novo estilo de vida, comida e clima pode ser difícil, mas faz parte do amadurecimento pessoal. Medo e insegurança foram algumas das sensações que precederam minha viagem para os Estados Unidos. Eu nunca viajara para o exterior, muito menos sozinha. Felizmente, recebi conselhos e tive apoio moral de parentes e amigos, o que tornou o trajeto para o meu novo futuro muito mais tranquilo.

Com destino para Chicago, fiz três conexões aéreas. Pisando em solo americano as coisas ficam mais complicadas. Os aeroportos são enormes e os processos imigratórios e alfandegários temidos. É aí que vem a dica: não hesite em pedir informações. Os americanos foram muito prestativos em ajudar. Se eu não pedisse por ajuda, provavelmente não teria encontrado terminais e portões de embarque. O grande destaque na minha viagem foi o quanto fui ajudada pelas pessoas, seja para carregar uma mala ou dar direções.

O aeroporto de Chicago é tão grande quanto o de Miami. Chineses, mexicanos, indianos, e mais um pouco. Para ir para o meu housing, ou moradia, teria que pegar um metrô que sai de dentro do aeroporto para o centro da cidade. Dentro do trem conheci dois brasileiros que também estavam indo para a DePaul University. Foi bom, pois me senti mais segura.

University Center é o prédio de dormitórios que engloba alunos de quatro universidades de Chicago, incluindo a DePaul University. Essa será a nova casa de todos os brasileiros que irão estudar em uma dessas universidades. Quando cheguei aqui havia alguns voluntários recepcionando os novos moradores, então foi tudo muito bem organizado. O apartamento em que moro é no último andar, o que me proporciona uma belíssima vista da cidade. Quando cheguei aqui não havia ninguém no apartamento, mas depois as roommates foram chegando. Uma chinesa, uma indiana e uma americana. Cada um tem seu quarto individual.

Vista da janela do meu quarto

Vista da janela do meu quarto

Na primeira semana aqui tive uma intensa agenda de compromissos. Aconteceram várias palestras para os alunos internacionais em um prédio da universidade que fica a três quarteirões de onde eu moro. Foi dado todo tipo de informações importantes e necessárias para os alunos e a organização, impecável. Além das palestras foram organizados eventos noturnos para proporcionar a interação entre alunos de diferentes nacionalidades. Conheci muitos chineses e indianos em passeios pelos pontos turísticos da cidade.

Jazz Festival no Millennium Park

Jazz Festival no Millennium Park

Passeio de barco pelo Chicago River

Passeio de barco pelo Chicago River

Já estou aqui há treze dias e, aos poucos, me sinto adaptada. As aulas começaram e agora vem a parte mais complicada do programa. Muito homework, deadlines e toda a documentação que é necessária enviar para a CAPES. Além disso, o verão por aqui está acabando e o famoso frio de Chicago está a caminho. De qualquer maneira, estou adorando.